Giba Assis Brasil

Bookmark and Share

Blog de Giba Assis Brasil

20 palíndromos com comentários

10 PALÍNDROMOS COM PREFÁCIO
 
Eu não gostava de poesia.
Aí, li Cecília.
 
A hora do vampiro ir pra casa:
Ai de mim, é dia!
 
Leia mais

É do povo? Pode! É vedada? Deve!

Ninguém pode entrar duas vezes no mesmo rio, dizia Heráclito de Éfeso, bem antes do Lulu Santos, "pois quando nele se entra novamente, não se encontra as mesmas águas, e o próprio ser já se modificou". Leia mais

Eisentofi

I love you but

Na Protásio Alves, voltando do almoço, um par me chama atenção. Uma mulher negra, talvez menos de 30, segurando pelo braço uma senhora de idade, branca, que caminhava com dificuldade. Leia mais

Obrigado, Ettore

É doloroso, mas no fundo acho que eu gosto quando um HD para de funcionar. Descontadas as horas (ou meses) de trabalho perdidas, um incidente como este sempre nos ajuda a lembrar que o mundo virtual continua tendo uma base física, sujeita à lei da gravidade, à dor de dente, quem sabe à luta de classes.
  Leia mais

Uma carta de 20 anos atrás

Porto Alegre, 09 de abril de 1996
 
Caro Sr. Scola:
  Leia mais

Eu gosto de argentinos

Escrevi esse texto oito anos atrás, nos primeiros dias da Copa da Alemanha, para o Terra Magazine - aliás, ainda está lá, com data de 14 de junho de 2006. Leia mais

Dezoito meses depois

Exatamente um ano e meio atrás, dia 15 de novembro de 2012, copiei aqui uma frase de um editorial da Zero Hora e um trecho do sítio "247" que eram totalmente contraditórios entre si: se um fosse verdadeiro, o outro necessariamente seria falso, e vice-versa. Escrevi que a minha opinião sobre a correção de um ou outro não importava. Leia mais

Montagem e metáforas

Pouco tempo atrás, numa lista de discussão de um programa de montagem digital, eu li uma mensagem que era mais ou menos assim: "Alô, pessoal, preciso de ajuda. Acabei de instalar o programa e já entendi como fazer para abrir o que eu filmei. Agora só falta aprender a tirar fora o que não interessa."
  Leia mais

Ahí está el cuerpo

Sexta-feira passada, 17 de maio, morreu na prisão, em Buenos Aires, o ex-general e ex-ditador argentino Jorge Rafael Videla Redondo, aos 87 anos, em consequência de uma parada cardíaca. Leia mais

Divulgar conteúdo

Tags