Giba Assis Brasil

Bookmark and Share

Casillero del Diablo

O vinho chileno foi servido, provado, aprovado e surgiu a dúvida: o que significa "Casillero del Diablo"? Na roda, muitos apreciadores mas nenhum "conhecedor"; ninguém sabia. Depois de alguns palpites mais ou menos humorados, passamos a outro assunto. Mas eu fiquei com o Google atrás da orelha. Chegando em casa, pesquisa.

Procurei primeiro no Michaelis Espanhol-Português, em papel mesmo, que pra muitas coisas ainda é mais rápido. Casillero é fichário, arquivo. Mas não achei suficiente: e por que "del diablo"? Fichário do capeta? Arquivo do demo? Por que um vinho teria esse nome?

Entrei no Google. Casillero, 436 mil entradas. A primeira delas era um dicionário. De novo "fichário, arquivo" mas também "ficha" e, nos esportes, "placar". Casillero electrónico é placar eletrônico, ora vejam. Na seção espanhol-espanhol do dicionário, uma definição mais completa: "Mueble con divisiones para clasificar o guardar papeles u otros objetos". Mas e o diabo?

Fui no Google Imagens. Alguns porta-arquivos, vários armários daqueles cheios de repartições (devem ser as "casillas") e, mais adiante, garrafas do tal vinho. Me ocorreu que "casillero" podia ser adega. O outro lado do Michaelis não confirmou: "adega" em espanhol é "bodega" ou "taberna". Mas casillero pode ser a parte da adega em que os vinhos são guardados, num armário ou arquivo ou coisa parecida. (Difícil é imaginar qual seria a outra parte da adega, aquela em que os vinhos NÃO são guardados.)

Daí, fui pro sítio do próprio vinho, www.casillerodeldiablo.com, aonde eu devia ter ido desde o início. Interessante. Em 1883, don Melchor de Concha y Toro (outro vinho chileno, ou será o mesmo?) trouxe para o Chile algumas cepas de Bordeaux, na França, e plantou-as no vale do Maipo (mais um?), com excelentes resultados. Uma parte dos melhores vinhos produzidos, don Melchor guardou para consumo próprio.

Aí vem a frase: "Como una forma de mantener inalterables sus condiciones de temperatura y humedad, estos vinos fueron guardados al fondo de esta magnífica bodega, en un casillero especialmente destinado para este fin." Ou seja, aparentemente é isso mesmo: o "casillero de la bodega" seria a parte mais nobre da adega, uma espécie de armário ou arquivo de barris.

E a história do diabo é que é interessante: nos primeiros anos, vários barris desapareceram misteriosamente do casillero. Para dar uma explicação ao sumiço, e principalmente para evitar que os camponeses da região continuassem roubando seu precioso vinho reservado, o velho Concha espalhou a lenda de que o diabo morava justamente naquela adega. E parece que funcionou: não se sabe se por medo de Satanás ou do velho maluco que tinha inventado essa bobagem, os ladrões de vinhos nunca mais entraram na caverna maldita. E ficou o nome: Casillero del Diablo, a parte-da-adega-onde-se-guardam-os-vinhos do chifrudo.

Boa essa, hein? Mas não tente espalhar uma história parecida em relação à sua conta bancária, ou ao rádio do seu carro. Não funcionaria. Não se fazem mais lendas antigas como antigamente.

Enviado por Ocimar Teixeira em 23 de novembro de 2013.

Em janeiro de 2012 visitamos o Chile e pudemos conhecer a Vinícola Concha y Toro. Ao descermos à adega, que fica no subsolo, há uma apresentação das origens do nome e dos vinhos. O Casillero del Diablo é um dos vinhos da Concha y Toro. Valeu a pena ter ido e provar tantos vinhos bons.

Enviado por Giba Assis Brasil em 24 de novembro de 2013.

Obrigado pelo testemunho, Ocimar. Um abraço.

Enviado por Maguinho em 27 de dezembro de 2012.

Caray, véi... Até que enfim encontrei a resposta que procurava... Eu tb deveria ter ido sítio eletrônico do vinho primeiro,rs!

Enviado por Samuel Oliveira em 13 de junho de 2012.

Caro Giba, vc não sabe há quantas eu estava procurando o significado desse nome. A sua explicação foi perfeita, parabéns pela pesquisa, e assim como vários, essa pulga pelo descobrimento verdadeiro do nome. Valeu mesmo!!!

Enviado por Adel Gonzaga em 30 de novembro de 2011.

Depois dessa bela explicação só me resta saborear o que o vinho Casillero del Diablo tem de melhor.

Enviado por Giba Assis Brasil em 01 de dezembro de 2011.

Obrigado, Adel. Saúde!

Enviado por cleidinar rocha em 27 de outubro de 2012.

interessante explicaçao.. gostei! fiquei curiosa em saber o significado,pois no supermercado onde eu trabalho tem pra vender, e o nome me chamou atençao, casillero del diablo. bom saber.... obrigado!

Enviado por Maria em 16 de agosto de 2009.

Oi, Giba, obrigada pela pesquisa. Pois eu estava procurando o significado hoje, no Google, e fui direto ao seu sítio... Também não observei as miudezas do verso da garrafa. Quando comecei a ler sua explicação sobre Casillero, antes de chegar ao final do texto, teci outra hipótese. A certa altura e muitas taças, verdades verdadeiras diabinhas escondidas nos "casilleros" de cada um vêm à tona (ah, parece que Casillero del Diablo é marca da casa Concha y Toro). E isso me faz recordar o início do livro "Eny e o grande bordel brasileiro", de Lucius Mello, um texto vertiginoso pelos parreirais de algum lugar na Europa (não lembro o nome, agora), em que ela , futura prostituta não sabida, se revela. Abraços, Maria.

Enviado por viniciusalopes@hotmail.com em 28 de junho de 2009.

Bastava ler o rótulo do vinho... No rótulo conta a história da origem do nome do vinho, em apenas 03 linhas.

Enviado por Giba Assis Brasil em 29 de junho de 2009.

É mesmo? Puxa, mas então as letrinhas deviam ser muito pequenas, Vinicius. Abraço.

Enviado por Renner Ribeiro em 02 de junho de 2009.

Muito bem elaborada a resposta. Estava curioso também pelo assunto. Parabéns.

Enviado por Carlos Gerbase em 15 de janeiro de 2008.

Giba, experimenta o Carmenére da Casa Silva. Não tem tanta história, mas é bem melhor (e tem mais ou menos o mesmo preço).

Enviado por Adriana Franciosi em 25 de janeiro de 2008.

Giba: prova o "los Alamos" ou mesmo o Don Melchor (este é caro) mas infinitamente superiores ao Casilero. Embora esteja convencida que o gosto de um vinho também está nas companhias. Mas seguinte: legal este espaço e como pedi ao Furtado adoraria ver a crítica ou opinião dos filmes correntes em Poa... tipo A vida dos outros ou o caçador de pipas... abraços

Enviado por Dani Chang em 25 de janeiro de 2008.

Puxa, valeu a pesquisa hein? Só que essa estória foi já contada no comercial deste vinho. Sério, passou na TV fechada a uns anos, em espanhol. Mas ah também ,garanto que não sabias. O vinho é bom e a estória também. Valeu.

Enviado por Giba Assis Brasil em 12 de fevereiro de 2008.

Dani, obrigado pela informação. O Google ainda não tem tudo, felizmente. Adriana, valeu a dica, qualquer dia eu provo o Don Melchor. Quanto aos comentários, nós não somos críticos, escrevemos quando achamos que temos alguma coisa pra dizer. O Gerbase escreveu esses dias um texto bem interessante sobre "Meu nome não é Johnny". Abraços. Giba.

Enviado por Daniel Tirandelli em 23 de fevereiro de 2008.

Olá, Giba. Passei por aqui ao acaso e não pude deixar de comentar sua pesquisa. No final do ano passado, fiquei alguns dias em Santiago do Chile e pude conhecer pessoalmente a vinícola do Don Melchor de Concha y Toro, no Pirque, pequeno município localizado a 27 km da capital chilena. Realmente a fazenda tem proporções gigantescas e sem dúvida é um dos maiores símbolos de lá, o orgulho do Chile. Para se ter uma idéia do controle de qualidade dos vinhos, as parreiras são regadas com água proveniente do degelo dos Andes, captado através de córregos artificiais. O Casillero del Diablo, que na minha opinião tem um significado próximo a "casa do diabo", é uma caverna subterrânea com acesso por dentro de uma enorme sala. É um lugar bastante frio (bem mais do que a superfície, porém sem sistema algum de refrigeração), não muito grande, mas comporta centenas ou milhares de barris de vinho que chegam a custar 5.000 dólares cada. O mais interessante é que, apesar de o local estar em um lugar extremamente sujeito a terremotos, não há qualquer tipo de infra-estrutura que impeça um desmoronamento nesta "sala do tesouro". E mesmo assim, não se sabe como, a caverna nunca se abalou com os freqüentes movimentos sísmicos. É coisa do outro mundo mesmo, magnífico, inexplicável. Abraço!

Enviado por rodrigo zanon em 28 de novembro de 2009.

Inclusive, dizem que o dono da adega, chegou a vestir-se de diabo para assustar os ladrões de seu vinho.

Enviado por angela guidoreni em 08 de maio de 2011.

Dia das Mães! E todos em volta da mesa, um brinde à nossa saúde. Somos muitas. E eles, que não são tão poucos asssim, questionam. Que significa esta palavra? Da onde vem este nome? E aí, aposso-me do meu presente (aniversário, dia das mães) e vou ao Google. E lá está você, o seu blog e todos ( ou quase todos) os esclarecimentos. E o vinho, o almoço e o Dia das Mães ganham uma nova história. Seria a mãe de quem? Você está lá e me esclarece tudo. Ou quase isto.

Enviado por Giba Assis Brasil em 08 de maio de 2011.

Obrigado pelo retorno, Angela. Volte sempre.

Enviado por Luciano Dickelbolles em 24 de julho de 2011.

Adorei tua pesquisa... frui movido pela mesma curiosidade e esbarrei no teu comentario sobre a origem do nome casillero del diablo, muito boa matéria e muito bom vinho... saúde a todos!!!!

Enviado por Giba Assis Brasil em 26 de julho de 2011.

Valeu, Luciano. Bons vinhos e saúde pra brindar.

Enviado por Ney caetano em 15 de outubro de 2011.

Ba, Giba. Muita querida tua explicação. Realmente no rótulo consta, mas achei mais completa na tua página. Só um porém: Vale do Maipo é a grande região vinícola chilena, assim como Bento é por essas querências aí e a casa Concha y Toro é a fabricante do Casillero e outros tão bons quanto. Dê uma olhada no nosso blog, sub-título "Vinhos, xadrez e opiniões" e tome uns goles lá na cidade baixa por mim.

Enviado por Giba Assis Brasil em 15 de outubro de 2011.

Obrigado, Ney. Saúde.

Enviado por Maria da Conceição Dias Vieira em 20 de dezembro de 2011.

Giba, Amei a tua explicação. É muito fofa. Adoro o Casillero e já há algum tempo estava atrás do significado do nome. Esta foi genial, me remeteu há uns três séculos passados. Dei uma viajada legal. Pena que no Rio o clima seja muito quente e aí nem sempre podemos desfrutá-lo o ano inteiro. Obrigada.

Enviado por patricia em 18 de março de 2012.

Giba , pois é fui olhar o encarte do Pão de Açúcar e me deparei com este nome ,daí pensei o que significa isso, e pesquisei no Google,e achei a sua explicação.Mas com esse nome sinceramente ,prefiro se for o caso tomar uma tacinha com um nome e sabor mais apropriado.

Enviado por Junior em 09 de abril de 2013.

Muito obrigado pelas informações.

Enviado por Anônimo em 01 de novembro de 2014.

Parabens pela pesquisa e pela forma que você relatou os fatos, fez o nosso almoço (acompanhado pelo excelente vinho), muito mais gostoso, já que a mesma pergunta que você se fez nós fizemos, e ao chegar na sua página, ficou totalmente resolvida.