Giba Assis Brasil

Bookmark and Share

Blog de Giba Assis Brasil

Tu e você e todo mundo que nós conhecemos

Esses dias o Gerbase me mostrou um excelente artigo que ele escreveu (e vai publicar em breve) sobre o uso do "tu" e do "você" no cinema feito no Rio Grande do Sul. Pois hoje, pesquisando mensagens antigas que pudessem ser reaproveitadas nesse blogue, encontrei um velho palpite meu, não sobre cinema, mas sobre os pronomes. Leia mais

Cinema e Direitos Humanos 3: "Matar a todos"

Eugenio Berríos Sagredo era o nome do sujeito. Bioquímico chileno nascido em 1947, ligado ao grupo de extrema direita "Patria y Libertad" desde os tempos de estudante, entrou na folha de pagamentos da DINA, a polícia secreta de Pinochet, em 1974. Leia mais

Do intertexto

Engraçado o Jorge ter perguntado justamente hoje "para que raios serve um soneto?". Eu também não sei, é claro, e talvez exatamente por isso esteja há alguns dias tentando compor um. Não consegui, mais uma vez - quase sempre que eu tento sonetear, termino me passando das canônicas 14 linhas. Leia mais

Borges e Quintana e outros tantos

"Em um estábulo situado quase à sombra da nova igreja de pedra, um homem de olhos cinzentos e barba cinzenta, estendido entre o cheiro dos animais, humildemente procura a morte como quem procura o sonho. Leia mais

Cinema e Direitos Humanos 2

Outro bom filme da mostra Cinema e Direitos Humanos 2007 foi o documentário brasileiro "Histórias de morar e demolições". André Costa e sua equipe procuraram, em São Paulo, casas que seriam demolidas para dar espaço a novos prédios. Leia mais

Cinema e Direitos Humanos

Em 2007, fui convidado pela Cinemateca Brasileira e pela Secretaria Nacional de Direitos Humanos para fazer a curadoria da segunda mostra "Cinema e Direitos Humanos na América do Sul". Aceitei, e graças a isso assisti a mais de 90 filmes sul-americanos recentes, a grande maioria documentários. Leia mais

Casillero del Diablo

O vinho chileno foi servido, provado, aprovado e surgiu a dúvida: o que significa "Casillero del Diablo"? Na roda, muitos apreciadores mas nenhum "conhecedor"; ninguém sabia. Depois de alguns palpites mais ou menos humorados, passamos a outro assunto. Mas eu fiquei com o Google atrás da orelha. Chegando em casa, pesquisa. Leia mais

Divulgar conteúdo

Tags