El padre de Gardel

EL PADRE DE GARDEL
(HDV, 75min , cor, 2013)
(janela 1.77, som 2.0)
 
Foto de arquivo: Carlos Escayola
Documentário sobre Carlos Escayola, que entre 1860 e 1890 dominou a vida política e cultural de Tacuarembó, no interior do Uruguai, foi fazendeiro e chefe político, construiu um teatro, conquistou muitas mulheres e deixou um grande segredo - um escândalo familiar que até hoje a cidade se recusa a comentar.

 
Direção: Ricardo Casas
 
Produção Executiva: Yvonne Ruocco / Nora Goulart
Roteiro: Ricardo Casas
Direção de Fotografia: Diego Varela
Música: Carlos da Silveira
Montagem: Giba Assis Brasil
 
Empresa produtora: Guazú Media (Montevideo)
Coprodução: Casa de Cinema de Porto Alegre
 
CRÍTICA
"O filme conta a inacreditável história do suposto pai do mito da música argentina, Carlos Gardel. Que o cantor e compositor tenha sido uruguaio confronta a tese argentina de que ele nasceu em Toulouse, França, e veio pequeno para Buenos Aires. A história é espetacular. A maneira como as provas vão sendo demonstradas, também. E de repente embarcarmos nessa aventura que há décadas gera polêmica entre os dois países."
(João Nunes, Coreio Popular, Campinas, 13/08/2013)

"O Coronel Carlos Escayola emerge na tela como um homem poderoso, um caudilho que muitos espectadores odiarão de início. Mas, com a necessária objetividade, o filme mostra que esta mesma figura prepotente, a quem se atribuem mais de 50 filhos naturais, era um verdadeiro amante da música, pronto a apoiar todas as iniciativas culturais das redondezas."
(Alvaro Loureiro, Brecha, Montevideo, 01/05/2014)

"Com uma impressionante coleção de entrevistas, visitas a vários locais, documentos e dispositivos visuais e narrativos, além de fontes fidedignas e um rigoroso processamento de informação, trata-se um documentário absorvente, altamente informativo e esclarecedor."
(Agustín Acevedo, La Diaria, Montevideo, 20/03/2014)

"Ricardo Casas consegue evitar que seu trabalho se converta em um catálogo de cabeças falantes com uma cuidadosa edição de materiais, desde uma ficção histórica brasileira sobre o General Netto até filmes do próprio Gardel, onde o cantor colocou algumas pistas sobre sua vida real."
(Guillermo Zapiola, El Pais, Montevideo, 02/05/2014)

"'El Padre de Gardel' conquista o público ao tentar lançar uma luz não apenas sobre a vida dos Escayola e de Gardel, mas também por fazer um registro histórico de toda uma região, não com um novo olhar, porém resgatando as tradições de uma época."
(Matheus Bonez, Papo de cinema, 12/08/2013)

"Reconstrução e análise social e política de um Uruguai desconhecido, retrato de um caudilho ao mesmo tempo abjeto e fascinante, versão alternativa de tudo o que já foi dito sobre Carlos Gardel, são as coordenadas atravessadas ​​por este documentário, que ainda tem uma ótima realização, preocupada com o essencialmente cinematográfico."
(Sanjurjo Toucon, Puertas adentro, Montevideo, maio/2014)

"Com o retrato de Escayola como centro, Casas narra um pedaço da História do Uruguai, a vida de uma família do século XIX, do progresso e decadência do interior do país. O documentário conta uma trama complexa e termina juntando todas as suas pontas, ao mesmo tiempo que entretém."
(Rodolfo Santullo, El Observador, Montevideo, 06/05/2014)
 
FESTIVAIS

- 41º Festival de Cinema de Gramado, Brasil 2013
- 28º Festival del Cinema Latino Americano de Trieste, Italia 2013
- 8º Festival Internacional - MiradasDoc, España 2013
- 28º Festival Internacional de Cine de Mar del Plata, Argentina 2013
- 17º Festival Internacional de Cine de Punta del Este, Uruguay 2014
- 21º Festival Latinoamericano de Video y Artes Audiovisuales, Rosario, Argentina, 2014

 
PRÊMIOS
- ACCU, Associación de Críticos Cinematográficos del Uruguay: melhor montagem de filme uruguaio, 2014