O vampiro de Novo Hamburgo

O VAMPIRO DE NOVO HAMBURGO
(Betacam, 4 min, pb/cor, 1991)
(janela 1.33, som mono)
 
Foto de Alex Sernambi: Antônio Carlos Falcão e Flávia Moraes
Quadro do programa "Dóris para maiores" para TV Globo. Falso documentário sobre o falso cineasta Volker Freunden e seu falso e pioneiro filme de terror, falsamente rodado na década de 1920 na verdadeira cidade de Novo Hamburgo.

Roteiro e Direção: Jorge Furtado
Produção executiva: Nora Goulart
Direção de fotografia: Alex Sernambi
Direção de arte: Fipao Barth
Direção musical: Leo Henkin
Assistente de direção: Ana Luiza Azevedo
Elenco principal:
Antônio Carlos Falcão (Wolfgang Zimberg, o Conde de Morro Reuter)
Flávia Moraes (Inga Heinmann, a jovem)
Zé Vitor Castiel (Gustav Heinmann, o burgomestre)
Zé Adão Barbosa (Kuhn, o assistente do Conde)
André Boll (Frazão, o tenente)

Apresentadora: Ilana Kaplan
Em 1991 a Casa de Cinema de Porto Alegre produziu, com direção de Jorge Furtado, uma série de quadros para os programas "Dóris para maiores" e "Programa legal", da TV Globo, todos eles rodados inteiramente em Porto Alegre, com equipe e elenco locais. "O vampiro de Novo Hamburgo" foi a maior dessas produções, apesar de ter apenas 4 minutos. Abaixo, a lista completa dos quadros produzidos.
Em abril: "Tempo"
Em maio: "Dona Sílvia não gostava de música"
Em junho: "O vampiro de Novo Hamburgo"
Em julho: "Corpo", "Colecionadores" e "Dupla personalidade"
Em agosto: "Dois estranhos numa terra estranha", "Let me sky away", "Inventores" e "Separatismo"
Em setembro: "Dubladores"  e "Telegrama ao vivo"
Em outubro: "Baile só para homens", "Replicantes" e "Senna x Manuel da Conceição"