A história do amor

A HISTÓRIA DO AMOR
(HD, 16x8min, cor, 2011-2013)
(janela 1.77, som digital estereo)

Série produzida pela Casa de Cinema para a TV Globo, em 3 temporadas, com um total de 16 episódios

Leandra Leal (35), Fernanda de Freitas (61) e Daniel de Oliveira (103) vivem ao todo 199 personagens que atravessam o tempo para contar "A História do Amor".  A sedução, o namoro, o casamento, as separações e os recomeços, desde o tempo das cavernas até hoje, passando por Adão e Eva, a antiguidade, a idade média, o Brasil Colônia e o século 20.

Você sabia que os Celtas não tinha uma palavra para beijo? Que até 2002, no Brasil, um casamento poderia ser anulado se a noiva não fosse virgem? Que Salomão tinha 400 mulheres?  Que no tempo dos seus avós pisar no pé de alguém podia ser uma declaração de amor?

Todos os cenários da série foram feitos a partir de originais das diferentes épocas, uma colagem de estilos e cores que se transforma numa divertida viagem através do tempos.

Direção: Jorge Furtado e Ana Luiza Azevedo
Produção Executiva: Nora Goulart
Roteiro: Jorge Furtado e Guel Arraes
Direção de Fotografia: Alex Sernambi
Direção de Arte: Fiapo Barth
Direção de Produção: Bel Merel
Montagem: Giba Assis Brasil

Elenco:
Daniel de Oliveira
Leandra Leal (1ª temporada)
Fernanda de Freitas (2ª e 3ª temporadas)

EPISÓDIOS

1ª TEMPORADA
01/ O começo - 30/10/2011
02/ A sedução - 06/11/2011
03/ O namoro - 13/11/2011
04/ O casamento - 20/11/2011
05/ O ciúme - 27/11/2011
06/ O fim - 04/12/2011

CRÉDITOS COMPLETOS - 1ª TEMPORADA

2a TEMPORADA
07/ Amor e dinheiro - 12/08/2012
08/ Amor e ciência - 19/08/2012
09/ Amor e lei - 26/08/2012
10/ Amor e sexo - 02/09/2012
11/ Amor e família - 09/09/2012
12/ Amor e fé - 16/09/2012

CRÉDITOS COMPLETOS - 2ª TEMPORADA

3a TEMPORADA
13/ O que é o amor - 02/06/2013
14/ As fases do amor - 09/06/2013
15/ Os amantes - 16/06/2013
16/ O amor não é tudo - 23/06/2013

CRÉDITOS COMPLETOS - 3ª TEMPORADA

CRÍTICAS

"A escolha dos atores não poderia ter sido mais acertada. Ambos talentosos, versáteis e, além de tudo, têm uma grande 'química' ao contracenarem. O quadro estreou neste domingo, com graça e agilidade, dando desde já oportunidade deles mostrarem a que vieram."
(Renato Kramer, Folha online, 31/10/2011)

"Ainda pouco explorado na comédia, Daniel teve agora chance de criar 32 personagens com timbres de voz e posturas completamente distintas. Em cena, ele também canta e toca violão."
(Zean Bravo, O Globo online, 30/10/2011)

"Nos primeiros segundos percebe-se a marca autoral de Furtado, como o humor, o hipertexto e as citações enciclopédicas."
(Zero Hora, 29/10/2011)

"Tão importante quanto o bom elenco e o texto refinado, é a graciosa abertura realizada pelo estúdio Makako, que oferecem uma ambientação de 'pop-up book' para A História do Amor."
(Mauro Trindade, portal Terra, 23/08/2012)