Mulher de fases

MULHER DE FASES
(16 mm/HD, 13 x 25 min, cor, 2010)
(janela 1.77, som 5.1 e 2.0)
 
Série em 13 episódios para HBO
Baseada no livro "Louca por Homem", de Claudia Tajes, MULHER DE FASES é uma crônica moderna sobre os relacionamentos e sobre a busca de nós mesmos e de um amor. Em 13 episódios, com meia hora de duração cada, a série acompanha as aventuras de Graça, uma mulher de 30 anos, recém-divorciada, louca para ser amada e começar uma vida nova. Nessa busca, Graça relaciona-se com vários tipos de homens e acaba adotando hábitos, gostos e comportamento de cada um deles. Ela descobre que encontrar um homem ideal não é uma tarefa fácil e que, ao contrário dos contos de fadas, na maioria dos casos é o príncipe que se transforma em sapo.
 
Direção Geral: Ana Luiza Azevedo
 
Direção dos episódios: Ana Luiza Azevedo e Márcio Schoernardie
Produção Executiva: Nora Goulart
Diretora Assitente: Janaína Fischer
Roteiro: Claudia Tajes, Pedro Furtado e Duda Tajes
Direção de Fotografia: Jacob Solitrenick
Direção de Arte: Rita Faustini e Marcelo Escañuela
Direção de Produção: Bel Merel
Coordenação de Montagem: Giba Assis Brasil
 
Elenco principal:
Elisa Volpatto (Graça)
Rodrigo Pandolfo (Gilberto)
Antoniela Canto (Selma)
Mira Haar (Hilda)
Júlia Assis Brasil (Teresa)
 
Uma co-produção Casa de Cinema de PoA e HBO Ole Originals
 
 
 
CRÍTICA

"O elenco é ótimo, começando pela atriz que desempenha a personagem principal. Mira Haar, Antoniela Canto, Júlia Assis Brasil e Rodrigo Pandolfo também brilharam na estreia. A série é bem iluminada, ambientada em Porto Alegre, um cenário pouco explorado pela televisão. (...) O público que já não aguenta a repetição de atores na teledramaturgia também vai gostar de ver caras novas."
Patrícia Kogut
, O Globo, 13/04/2011

"É um bom entretenimento, uma comédia romântica leve para quem quer apenas espairecer depois de um dia de trabalho. Tem uma edição ágil, uma boa direção, um bom elenco fixo (alguns atores, como a protagonista, são gaúchos; outros foram içados no teatro). A seu favor, ainda há o fato de revelar paisagens de Porto Alegre, quebrando a hegemonia de Rio-São Paulo."
Daniel Castro
, blog, 03/04/2011

"As histórias são baseadas no livro 'Louca por Homem', de Claudia Tajes. (...) Com passagens bem-humoradas, a escritora cria e recria situações com que todas as mulheres podem se identificar, pois, lá no fundo (e não se precisa descer tanto assim), mesmo que com particularidades aparentemente diferentes, os homens apresentados são todos os iguais: chatos, chorões e em busca de uma histérica para cuidar deles."
Livraria da Folha
, 03/05/2011

"Elisa Volpatto incorpora bem uma personagem que tem que ser mutante a cada episódio. É surpreendente como ela se transforma em outra pessoa quando começa a adquirir os hábitos do parceiro. O resto do elenco não fica muito atrás. A química entre eles funciona bem. (...) E a gente duvida muito que o público não ache Graça uma graça."
Boxpop
, 08/04/2011

"Para conseguir mostrar tantas caras diferentes, entram em cena os figurinos variados, as revistas que ela compra na banca e, principalmente, o talento da atriz, que parece ser bem grande. Em uma cena solo em que visita um apartamento para si mesma, Volpatto faz a corretora e a cliente, no melhor estilo Gollum e Smeagol. Impressionante."
Marcelo Forlani
, Omelete, 12/04/2011